Notícias da diocese › 01/01/2018

Morte do Dom Luis Herbst, bispo emérito de Cruzeiro do Sul

Fotos da Missa de corpo presente e sepultamento: https://photos.app.goo.gl/J8NAveWwtco7VOKm2

Artigo sobre a morte de Dom Luis: Morre aos 92 anos, Dom Luis Herbst, bispo de Cruzeiro do Sul

Outro artigo sobre a morte de Dom Luis: Palácio Rio Branco declara luto oficial por morte do bispo alemão Emérito Dom Luis Herbst

Homenagem a Dom Luis:

D. Luís Herbst – filho adotivo do Juruá

Silencio, simplicidade, discrição,

trabalho, sorriso e alegria.

Como mais poderíamos descrever a vida de D. Luís Herbst?

Sim, vida doada ao serviço do Reino, da missão, da evangelização e da promoção de nossa gente.

Muito ao lado de D. Henrique, o amigo de sempre, testemunhou que o Evangelho promove o bem das pessoas, constrói a qualidade de vida: social, espiritual, em todas as suas formas.

Saúde, comunicação, educação, evangelização. Eis algumas das áreas para as quais empreendeu seu tempo, recursos, influencias locais e internacionais, praticando a solidariedade universal. Fazer o bem a todo ser humano e ao ser humano todo, uma meta sábia e eficaz!

Quem não lembra dos Vicentinos, do Leprosário (Dermatológico), do Educandário, das muitas escolas, dos Seminários, dos Meios de Comunicação Social, dos centros comunitários e pastorais? Pois tudo isso faz um todo harmônico e integral que promove o bem social, fazendo o bem, sem olhar a quem! Afinal, já nos diz a sabedoria bíblica que o bom Deus faz nascer o sol para todos e todas!

Obrigado, D. Luis, por sua vida compartilhada com nossas gentes durante mais de 6 décadas! De alemão originário, o senhor se tornou um amazônida, navegando por nossos rios e igarapés, falando nossa linguagem, testemunhando trabalho, alegria e simplicidade! Isso enriquece nossos dias! Homem de fé inabalável, centrado certamente no Deus gerador de vida, pois foi vitalidade o que o senhor esbanjou e compartilhou em nosso meio.

Sabemos que sua família de sangue aqui encerra um ciclo, não haverá novas gerações em sua casa. Mas seu legado maior é o povo do Juruá, o qual você adotou como herdeiro de um coração transbordante de satisfação pela beleza da existência!

1 Comentário para “Morte do Dom Luis Herbst, bispo emérito de Cruzeiro do Sul”

  1. Eliomar Kahan disse:

    Um homem justo D Luiz Z’L ( zichrono libracha, saudosa memoria) uma época foi substituir Pe. Antonio Cremer Z’L em Eirunepé e meu Avo era prefeito naquela cidade e se relacionava muito bem com todos comunitários. As famílias Kahan, Levy, Laredo de Fe Judaica se deram muito bem com Ele.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.